segunda-feira, 8 de junho de 2020

QUANDO O MEDO DA SOLIDÃO NOS OBRIGA A ACEITAR A MANIPULAÇÃO

Ola

Que título extenso para dizer simplesmente: Quando os outros nos querem transformar e nós não somos nós. Somos o que os outros querem que sejamos.

Quantas vezes para não enfrentarmos a familia, amigos, colegas, marido, namorado, fazemos exactamente o que os outros querem e deixamos para trás quem somos e o que desejamos fazer.
Quantas vezes alegamos que "se não der importância eles deixam-me em paz". É verdade!
Estás a agradar, e por isso correspondes às expectativas!
No dia que fores tu mesma a guerra vai rebentar.
Vais adiá-la? É possível, mas sabes bem que ou acabas com essa farsa, ou quem rebenta és tu!


A nossa alma é constituída por desejos, valores, princípios, luz, e tem um DNA que é só teu.
Quando contrarias a tua alma para agradar aos outros, para "viveres" com os outros, para não criares "problemas", para pacificares os outros, tu estás a desencadear a pior das doenças para ti: A ruptura da tua alma.
Que um dia não aguenta mais por não vibrar na energia que deve vibrar, por ser tão contrariada na sua essência, que explode. E essas explosão vêm sempre acompanhadas com mazelas: depressões, esgotamentos, doenças físicas muitas vezes também.
Dizem que a nossa alma é a nossa luz.
Se tudo vem da luz, então o que andas a fazer com o que tens de mais divino?

A violar-te a ti própria? A perder o sentido da vida? A torturar o que tens de mais sagrado?
Ao abrigo de quê?

- "Tenho medo de ficar sozinha", dizemos nós muitas vezes!

Já estás! É só olhares ao espelho e perceberes que a solidão é o teu rosto. Porque nada do que fazes, dizes, ou queres é aceite pelo teu entorno.
Tu és aquilo que os outros querem que tu sejas.
Quando tu fores tu, já não agradas.



Quando temos no roupeiro um vestido que já não serve, temos de ter a coragem de o dar tenha lá ele sido comprado ao preço que for. Pouco importa!
As pessoas que não nos aceitam como somos, também têm de ser recicladas, porque, primeiro estamos a dar-lhes também a elas a oportunidade de encontrarem pessoas que estejam de acordo com a sua energia e a sua vibração.
E depois, porque abrimos espaço na nossa vida para o mesmo.
Para encontrarmos quem goste de nós como nós somos tal e qual.

Então o que falta aqui?

A consciência de assumirmos quem somos, o que queremos, para onde vamos. Porque o resto o Universo conspira a nossa favor.
Se calhar precisamos mesmo de estar sozinhas.
Fazer uma viagem sós. Sem  ninguém. Encontrar-mo-nos! E percebermos que afinal somos felizes como somos. E confiamos no Universo para encontrar pelo caminho quem nos aceite e que nós também aceitamos sem condições.


Faz essa viagem. Interior e exterior. Vê o caleidoscópio que é a tua vida e o mundo, e as cores que estás a perder porque só acreditas em duas.

Existe tanta gente para amar e ser amada que cada minuto que gastamos com quem nos quer mudar é um minuto absolutamente perdido.

Aproveita-os todos!

Abraça-te! Não estás só! Nunca estiveste! Tens-te sempre a ti e à tua alma. Queres melhor companheira?!

Enfrenta o medo. Esse sim é o teu maior desafio. No dia em que perceberes que afinal ele não era tão poderoso assim, vences qualquer obstáculo.


Ama-te! Cuida-te! Respeita-te!

Nunca te esqueças. Tudo começa e acaba em ti.

Xi💚

https://youtu.be/H_QiVo6bScU



Sem comentários:

Publicar um comentário